Profissionais Felizes

As cinco linguagens da valorização pessoal

Compartilhe este artigo:

Sabe aquela dificuldade de relacionamento que você tem com colegas no ambiente de trabalho? Talvez você não esteja falando corretamente as linguagens da valorização pessoal. Conheça 10 dicas quentíssimas para dar um boom na sua comunicação.

O artigo desta semana foi escrito a meu convite pela Professional Coach Maria Angélica (Mococa, SP). Os assinantes do site receberão um exclusivo teste de avaliação, preparado pela autora, para identificar as suas “linguagens” mais fortes. Registre-se para receber, além do teste, o meu exclusivo e-book “Mestre do Tempo”.

FIQUE ATUALIZADO !
Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Depois da sobrevivência física, a maior necessidade humana é a sobrevivência psicológica — ser compreendido, se afirmar, receber incentivo, ser amado.Stephen Covey

Como você se comporta durante o expediente de trabalho? Auxilia seus colegas em tarefas difíceis? Trata com educação quem está ao seu redor?

Para os autores Gary Chapman e Paul White, existem “As cinco linguagens da valorização pessoal no ambiente de trabalho”, e estas são essenciais para qualquer funcionário sentir-se apreciado porque todos querem ter certeza de que aquilo que estão fazendo é importante.

As 5 linguagens de valorização:
Palavras de Afirmação, Tempo de Qualidade, Presentes, Atos de Serviço, Toque físico apropriado.

Quando os relacionamentos no ambiente de trabalho não são nutridos com apreciação cria-se um ambiente negativo e consequentemente ineficaz.

Como sei se minha equipe tem necessidade de ser apreciada? Avalie alguns sintomas abaixo:

  • Desânimo, irritabilidade e resistência;
  • Constantes atrasos e aumento dos índices de absenteísmo;
  • Apatia, comodismo e passividade;
  • Funcionários apresentam maior tendência ao “burnout” (“desgaste”) quando não se sentem apreciados ou apoiados emocionalmente por seus supervisores;
  • Falta de conexão uns com os outros e com a missão da organização;
  • Reclamações sobre o próprio trabalho, colegas e supervisor, enfim um ambiente de trabalho negativo;
  • Membros pensam em sair da empresa e procurar outro emprego.

O desafio é saber quais ações conseguem comunicar a apreciação de modo eficiente a determinado membro da equipe, e para que o reconhecimento e a apreciação sejam eficientes eles devem ser individualizados e concedidos pessoalmente.

Todos nós temos a tendência de nos comunicar com os outros de uma maneira que seja mais significativa para nós, ou seja, falamos a “nossa própria linguagem”. Mas se a mensagem não estiver na linguagem da valorização pessoal do seu colega talvez ela não signifique para ele o que significaria para você.

As 10 maneiras mais fáceis de valorizar quase todos:

  1. Faça um elogio verbal. Diga “Obrigado por…”; “Fico feliz por você fazer parte desta equipe.”
  2. Escreva um e-mail. “Quero que você saiba que…”; “Você me ajudou muito quando…”
  3. Passe pela mesa do seu colega para saber se está tudo bem com ele. Gaste alguns instantes apenas batendo papo e perguntando como ele está.
  4. Faça alguma coisa com seus colegas. Tenham alguma refeição juntos, por exemplo.
  5. Realize uma pequena tarefa para alguém de forma espontânea. Segure a porta, ofereça-se para carregar algo.
  6. Vá até o local de trabalho da pessoa e pergunte se ela precisa de ajuda para terminar alguma coisa.
  7. Pague-lhe um café, um refrigerante, um lanche ou uma sobremesa.
  8. Dê de presente uma revista relacionada a uma área de interesse da pessoa. Revistas sobre esporte, hobbies, um lugar que ela gostaria de visitar.
  9. Cumprimentem-se depois de completarem uma tarefa. Especialmente quando a tarefa tiver sido desafiadora ou na qual tenham trabalhado por um longo período.
  10. Cumprimente seu colega de trabalho de maneira efusiva. Diga algo como: “Que bom ver você!” ou “Como vão as coisas?”

Todos nós prosperamos numa atmosfera de apreciação.
Até que ponto você está interessado em descobrir maneiras eficientes para apoiar e encorajar aqueles com quem trabalha e, assim, criar um ambiente profissional mais positivo?

Coach Maria Angélica
A autora
Maria Angélica Nascimento é Professional & Self Coach e ajuda pessoas a alcançarem sucesso por meio de sessões de coaching vocacional e de performance. Trabalha há 7 anos como gestora da Qualidade, especializada em ferramentas da qualidade e segurança dos alimentos.

coachmariaangelica.com.br
FIQUE ATUALIZADO !
Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Deixe um comentário