facebook

O Facebook pode trair você. Previna-se!

Compartilhe este artigo:

Considere a seguinte história real:
Roberto (nome fictício) candidatou-se para o processo seletivo de uma empresa multinacional. Tratava-se de uma vaga que ele tinha grande interesse em conquistar.

Por ser um profissional capacitado, Roberto não teve problemas em ir avançando pelas várias etapas do longo processo. A cada dia, sua confiança e expectativa de contratação aumentavam.

Após meses de espera, ele recebeu por e-mail a resposta esperada. Porém, para sua decepção, tratava-se apenas de um curto agradecimento pela sua participação no processo seletivo. A vaga já havia sido preenchida.

O sentimento de frustração de Roberto foi enorme. Tudo parecia estar indo tão bem! Qual teria sido o problema?

Meses depois, por meio de uma colega que é funcionária da empresa em questão, Roberto finalmente descobriu o que aconteceu. Para sua surpresa, o Facebook foi o “culpado”…

Seja um mestre do seu Tempo
Baixe gratuitamente o meu e-book "Mestre do Tempo - a arte de fazer mais com menos" com super dicas para dominar o tempo e aumentar sua produtividade.

As redes sociais e suas influências em sua carreira profissional

As redes sociais podem se tornar uma grande dor de cabeça profissional para você, caso você não tome alguns cuidados básicos.

Uma pesquisa realizada com 1.800 gestores de várias empresas de todo o mundo demonstrou que 93% delas, durante o processo de contratação, visitam os perfis dos candidatos nas duas maiores redes sociais: o Linkedin e o Facebook.

No caso do Linkedin, o objetivo da visita dos recrutadores é conhecer a experiência profissional, as habilidades e o quanto os candidatos permaneceram em seus empregos anteriores. Muitos contatos com ofertas de trabalho e até mesmo contratações são frequentemente realizadas via Linkedin.

Já no caso do Facebook, o interesse dos recrutadores é o de saber como é o “pano de fundo” da vida dos candidatos: sua cultura, hábitos, família, rede de relacionamentos, opiniões etc.

No caso de profissionais autônomos, são os clientes que consultam o nome do profissional no Google (que acaba remetendo para o Facebook) para descobrir com quem estão lidando.

Portanto:

  • Se você não tem uma conta no Linkedin, trate de providenciar a sua conta lá urgentemente. Se você já tem, mantenha-a ativa, dinâmica e atualizada. Caso contrário, você pode estar perdendo excelentes oportunidades.
  • No caso do Facebook, assegure-se de que ele não cause uma primeira impressão ruim nas pessoas que visitam o seu perfil. O objetivo do artigo de hoje é focar no uso adequado e seguro do Facebook para seus objetivos profissionais.

Dicas para o uso adequado do Facebook

Primeiro, vamos ver aquilo que está debaixo do seu controle direto.

O que pega bem no Face:

  • Mantenha o seu perfil sempre atualizado;
  • Use uma linguagem informal, mas escreva sempre em português correto;
  • Fotos em família ou com amigos são bem vistas;
  • Compartilhe e divulgue fotos de viagens que fez e de eventos culturais que participou;
  • Se você gosta de ler, comente os livros que está lendo no momento;
  • Divulgue suas vitórias, promoções, premiações, cursos etc;
  • Encontre um equilíbrio entre expor demais a sua vida pessoal e ser discreto demais a ponto de parecer que você tem algo a esconder;
  • Pense bem antes de postar. Lembre-se que uma vez feita a postagem o conteúdo passa a ser público e fora do seu controle.

O que pega mal no Face:

  • Divulgar ou curtir imagens comprometedoras: fotos em festas com copos de bebida alcoólica na mão, ou com exposição excessiva do corpo em ambientes como praia ou piscina, fotos em poses sensuais, etc; Você entendeu.
  • Falar mal da empresa em que trabalha ou das que já trabalhou.
  • Atacar e criticar grupos ou pessoas abertamente, especialmente colegas de trabalho, gestores ou clientes;
  • Levantar assuntos polêmicos e expressar opiniões radicais (racismo, opção sexual, política, futebol etc.);
  • Usar ou compartilhar material que use palavrões, xingamentos etc;
  • Postar em excesso. Isso passa a impressão de que você não tem coisas mais importantes para fazer ou de que está usando o seu horário de trabalho para fazer isso.
  • Responder provocações públicas e se envolver em discussões;

E quando você não tem o controle direto?

Além daquilo que você mesmo posta, a sua linha do tempo (timeline) pode também receber postagens feitas diretamente por seus amigos e também posts nos quais outras pessoas marcaram você.

E é justamente aí que mora o perigo! Nunca se sabe se algum dos seus amigos “sem noção” vai postar ou te marcar numa foto comprometedora demais, numa piada inadequada ou em algo radical demais…

Mas a timeline é sua, certo?
Adivinha quem é que vai levar a fama?
Exatamente. Você!

A solução para isso é blindar a sua timeline para evitar que algo que você não queira seja acrescentado a ela sem a sua autorização…

Segue a receita para blindar a sua timeline:
1. Clique no ícone do menu de opções do Facebook.
passo 1 para blindar a timeline

2. Escolha a opção “Configurações”
passo 2 para blindar a timeline

3.Na opção “Linha do tempo e marcadores”, altere o seguinte:
a.Quem pode publicar em sua linha do tempo? Selecione “Somente eu”.
b.Analisar as publicações nas quais seus amigos marcam você antes de rerem exibidas na sua linha do tempo? Selecione “Ativado”
passo 3 para blindar a timeline

4. Para autorizar o conteúdo, você deve clicar no botão “Registro de atividades” (na sua Timeline). Em seguida, acesse “Análise da linha do tempo”. Ali, você pode ver a lista de publicações pendentes e escolher quais devem (ou não) ser aprovadas.

Seja um mestre do seu Tempo
Baixe gratuitamente o meu e-book "Mestre do Tempo - a arte de fazer mais com menos" com super dicas para dominar o tempo e aumentar sua produtividade.

Conclusão

Com alguns cuidados, as redes sociais são excelentes ferramentas.
Quero ouvir você. Aproveite para comentar sobre as suas precauções com as redes sociais, problemas ou oportunidades que as redes já lhe renderam. Este espaço também é seu!

FIQUE ATUALIZADO !
Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Um comentário sobre “O Facebook pode trair você. Previna-se!

Deixe um comentário