Início / Evolução Pessoal /

Uma águia ou uma galinha? Decida de uma vez!

Uma coisa é certa: ou você é uma águia ou uma galinha. Então, me diga: qual das duas opções é você?
A parábola que trago hoje vai ajudá-lo a decidir se você quer ser uma águia ou uma galinha. Isto é importante. Então continue lendo, entenda a diferença e decida de uma vez por todas qual ave você quer ser.
Ouça também o episódio correspondente do podcast Papo de Coach:

As origens da parábola da águia e da galinha

Leonardo Boff relata em seu livro “A águia e a galinha” a história que foi contada um século atrás pelo educador ganense James Aggrey a seus compatriotas de Gana para motivá-los a perceberem qual era a sua postura debaixo do poderio do império britânico. E é esta história que hoje adaptei para escrever este artigo.

Uma águia ou uma galinha? Decida de uma vez!

A águia que virou galinha

Um camponês estava caçando na floresta próxima de sua casa quando se deparou com um filhote de águia, aparentemente doente. Resolveu ficar com aquela ave magnífica. Capturou o filhote e o levou para sua casa.
O camponês cuidou da águia até ela ficar curada. Depois, colocou a águia junto com as galinhas no seu galinheiro.
Como todas as outras galinhas a águia era alimentada algumas vezes com milho e outras vezes era solta para ciscar com suas companheiras no terreiro.
Cinco anos se passaram. Certo dia passava por ali um homem sábio que pediu hospedagem ao camponês por alguns dias.
Enquanto passeavam pelo jardim, o homem alertou “Este pássaro aí não é uma galinha. É uma águia. Olhe para a extensão de suas asas! Devem ter uns três metros de ponta a ponta…”.
“Sim, eu sei” – respondeu o camponês – “É águia, mas eu a criei como galinha. Não é mais águia. Transformou-se em galinha como as outras”.
“Impossível. Ela é e será sempre uma águia, a rainha das aves.” – retrucou o homem – “Tem coração de águia e esse coração fará com que um dia voe até seu lugar próprio, nas alturas”.
“Não, não!” – insistiu o camponês. “Ela virou galinha e jamais deixará de ser uma galinha”.
Decidiram os dois colocar a águia a prova. O homem tomou a águia, olhou-a nos olhos, ergueu-a bem alto e disse: “Você é uma águia! Você pertence ao céu e não à terra. Abra suas asas e voe!”
Porém, a águia ficou o tempo todo com olhar distraído, sem parecer se importar. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. Pulou para junto delas.
O camponês riu da cena: “Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!”
Sem se dar por vencido e confiando totalmente no coração da águia, o homem resolveu tentar novamente no dia seguinte. Subiu no teto da casa com a águia e novamente lhe disse:
“Águia, você é a rainha das aves, abra suas asas e voe”!
Desta vez a águia olhou um pouco mais para o céu, pensativa. Mas quando olhou para baixo, viu as galinhas ocupadas ciscando o chão, pulou e foi para junto delas.
O camponês só ria. Repetiu, com tom de deboche: “Eu já disse e você não quer acreditar. Ela virou galinha”.
“Não” – respondeu firmemente o homem. “Ela é águia, possuirá sempre um coração de águia. Vamos experimentar ainda uma última vez. Amanhã a farei voar”.
Na manhã seguinte, bem cedo, o dois pegaram a águia e a levaram para um local distante da cidade, para o alto de uma montanha. O sol nascia e enchia de luzes os picos das montanhas. A grandiosidade daquele cenário era maravilhosa. A vista alcançava distâncias inimagináveis.
O homem ergueu a águia para o alto e disse: “Águia, você pertence ao céu, para reinar e dominar. Abra suas asas e voe”!
A águia olhou ao redor, trêmula. Desta vez não voltou ao chão. Sentia o chamado da vastidão do horizonte no mais fundo do seu coração. Abriu suas fortes asas, crocitou forte o típico kau-kau que as águias fazem e ergueu-se, soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto, a voar cada vez para mais alto. Voou… voou.. até confundir-se com o azul do firmamento…

Decida-se: uma águia ou uma galinha?

  • Todos nós somos águias que pensam ser galinhas. Você tem coração de águia! Não se contente com os grãos que jogam a seus pés para ciscar. Só você é o seu limite.
  • Na sua vida, o que ou quem tem sido seu homem sábio e o que ou quem tem sido seu camponês? A qual deles você tem ouvido mais?
  • Sonhe um pouco agora: se nada que você fizesse pudesse sair errado, se você “abrisse suas asas e voasse”, até onde você chegaria? Experimente e se surpreenda.
  • Já considerou fazer um processo de Coaching para libertar a águia que há em você?
Escreva seu comentário abaixo e declare para o mundo ouvir qual é a ave que você prefere ser!

Junte-se a mais de 400 Pessoas
Entre para minha lista e receba GRATUITAMENTE dicas de coaching, orientações de carreira e conteúdos exclusivos com prioridade.

%d blogueiros gostam disto: