garota ao telefone

5 dicas eficientes para lidar com telemarketing (você não pode ignorar a #4)

Compartilhe este artigo:

Cedo ou tarde você será interrompido por um operador de telemarketing. Tive algumas experiências desagradáveis (que eu conto logo abaixo) que me ajudaram a criar maneiras para lidar com telemarketing agressivo. Agora encurto a conversa de forma rápida e evito aborrecimentos e o desperdício de meu tempo com ligações indesejadas.

Dica 1: Seja assertivo para lidar com telemarketing agressivo.


Já ouvi pessoas dizerem que têm dificuldades para interromper os vendedores. Elas têm receio de parecerem rudes.

Você já se pegou repetindo vinte vezes para a pessoa do outro lado da linha que você realmente não tem interesse algum no produto que está sendo oferecido?

Essa inflexibilidade faz parte do processo de vendas. Chama-se lidar com as objeções do comprador. Lembre-se: você está falando com um profissional, não com um pedinte.

DICA: Seja assertivo. Interrompa a conversa já no início e diga apenas uma vez: “Não tenho interesse nesse produto ou serviço. Obrigado pela sua ligação” e simplesmente desligue o telefone na cara do sujeito.
Sabe o que vai acontecer do outro lado da linha? Nada. O operador de telemarketing vai simplesmente partir para o próximo cliente da lista e continuar o trabalho dele. Você economizou o tempo dele (e o seu).

Dica 2: Simplesmente não adquira nada por telefone!


Certa vez recebi um telefonema no meu trabalho. Um funcionário da operadora de TV a cabo “comunicou” que o meu pacote sofreria uma adequação obrigatória “sem custo” e que eu precisava informar qual tipo de canal eu queria adicionar: esportivo, notícias ou filmes?

Era balela e eu caí como um patinho… na conta do mês seguinte constava um caríssimo pacote ‘pay per view’ que de ‘sem custo’ não tinha nada! Gastei semanas para provar para a operadora que eu tinha sido enganado e assim cancelar a assinatura do canal.

DICA: Diga que você está com pouco tempo e solicite que TODAS as informações da oferta sejam enviadas via e-mail para você analisar. De posse das informações, avalie se vale a pena e depois entre em contato com a empresa.

Dica 3: Recuse-se a resolver qualquer coisa sob pressão.


Noutra oportunidade recebi ligação do meu banco. A pessoa tinha todos os meus dados e detalhes da conta. A funcionária usava tom autoritário e até ameaçador. Avisou que eu estava descumprindo uma cláusula de contrato de financiamento. Faltava adquirir um cartão de crédito XYZ platinum plus master (com uma anuidade nas estrelas!) para não ter juros de contrato aumentados!

Após o susto, perguntei por mais detalhes. Percebi que a pessoa não era funcionária direta do banco coisa nenhuma. Era uma terceirizada com uma tática suja de vendas. Dessa vez eu não caí. 🙂

DICA: Desconfie e não ceda à pressão. Informe que você tem uma política pessoal de segurança que não permite adquirir nada por telefone. Depois entre em contato diretamente com a central de relacionamentos para averiguar e discutir a situação.

Dica 4: Segurança em primeiro lugar!


Recentemente, recebemos a ligação de um sujeito, dizendo que era da operadora de TV a cabo. Disse que ele precisava marcar um dia para vir até a minha casa para “verificar os pontos”.

Minha esposa na hora percebeu que podia ser um golpe, e disse que íamos verificar a informação junto à central de atendimento ao cliente primeiro. Até agora, ninguém apareceu…

Infelizmente, não é raro estranhos ligarem para confirmar informações de documentos, nomes de pessoas etc. Não forneça nada e de forma alguma agende visitas em sua casa. Houve casos de bandidos usarem uniforme e carros de empresas para praticarem assaltos.

DICA: Sempre desconfie dessas abordagens, rejeite e verifique depois o que está acontecendo diretamente com a central de relacionamento da empresa. Fique seguro!

Dica 5: Cadastre-se para bloqueio de telemarketing.


Os governos estaduais, cientes dos transtornos causados pelo telemarketing agressivo, criaram cadastros de bloqueio para barrar a prática.
No estado de São Paulo, basta se cadastrar via site do Procon para colocar seus telefones numa lista de “não me ligue”. Informe-se sobre as alternativas disponíveis em outros estados.

Qual a sua experiência com isso?
Conte sua história. Algum caso parecido aconteceu com você?
Tem alguma técnica eficiente para lidar com telemarketing?
Deixe seus comentários abaixo, assim estaremos todos mais preparados e empoderados.

(imagens cortesia de Stoonn, chanpipat, imagerymajestic, Ambro. freedigitalphotos.net)

FIQUE ATUALIZADO !
Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Deixe um comentário